Projetos

O Projeto Ler em Família é de uma importância inquestionável, pois como afirma Maria Adelina Villas-Boas no seu artigo O envolvimento parental no desenvolvimento da literacia (2010) “as crianças que se sentam ao colo de um dos pais, ou ao lado dum irmão mais velho, ouvem ler (ou contar) uma história e conversam sobre essa história, ouvem e compreendem palavras como ler, página, livro. Aprendem a manusear esse livro (o que implica saber que são livros, saber a direção em que são lidos, saber virar as páginas, saber a função da parte escrita e a das ilustrações)” (2010: 121).
Villas-Boas, M.A. (2010). "O envolvimento parental no desenvolvimento da literacia", in Sísifo. Revista de Ciências da Educação, 11, pp. 117-126. Recuperado em junho de 2011 http://sisifo.fpce.ul.pt/pdfs/Revista%2011%20PT%20out01.pdf




O Projeto Escrever em Família também se revela de grande importância.







O Projeto Tecla, pesquisa…sabe+ pretendeu, essencialmente, desenvolver as competências básicas de utilização do computador, daí a primeira preocupação foi criar documentos em suporte digital para as rotinas da biblioteca onde os alunos, do pré-escolar ao 1º ciclo, registam a sua presença e os livros que requisitam. Há também a preocupação em colocar os alunos a utilizar o computador em várias sessões de dinamização da biblioteca.
À hora dos intervalos e da hora do almoço as competências TIC são também desenvolvidas através de jogos didáticos.




O Projeto Monitores da BE é, igualmente, uma mais-valia, com o envolvimento ativo destes alunos nas várias atividades para que são chamados. Desta forma, desenvolvem algumas das competências essenciais estabelecidas no Currículo Nacional do Ensino Básico: Realizar atividades de forma autónoma, responsável e criativa; Cooperar com os outros em tarefas e projetos comuns.